Notícias

Comunidades de Práticas: aposta na partilha

Publicado a 21 Março, 2019

Depois de quatro edições com ênfase na capacitação, este ano a Comunidade Impacto Social (CIS) aposta na partilha.

Nascem assim as Comunidades de Prática Norte, Centro e Sul, apoiadas numa plataforma de dados críticos para a gestão do impacto social. Esta nova comunidade oferece mais recursos e oportunidades.

Qualquer organização pode envolver-se à medida da sua disponibilidade. Em troca, a CIS disponibiliza-lhe workshops, webinars, resolução de casos práticos, instrumentos de gestão do impacto – diagnósticos, indicadores, teorias da mudança, entre outros – e ainda contacto com boas práticas e com parceiros e financiadores. Todos estes recursos são gratuitos.

Em 2018, a descentralização das atividades da CIS permitirá o acesso presencial a workshops, encontros e eventos em mais zonas do país. A dinamização de comunidades de prática regionais organizadas em torno de entidades da economia social (EES) é uma das apostas para este ano. A diversificação da tipologia das entidades participantes é outro dos objetivos para este ano, em especial com maior envolvimento de autarquias (dado que queremos influenciar estes e outros decisores que afetam as intervenções sociais).

A componente de capacitação (ISbeta) continua presente, com webinars, workshops descentralizados e a capacitação intensiva em análise de impacto. Irá acontecer entre setembro de 2018 e março de 2019 e o seu regulamento específica será divulgado em breve.

Quem pode participar? O desafio é aberto a todas as entidades da economia social, com especial ênfase nos antigos participantes do Programa Impacto Social, mas o desafio também passa por envolver outros atores com especial relevância o ecossistema social de cada região, em especial, os decisores e os financiadores.

Objetivos: pretende-se criar espaços para aproximar os diversos atores e tornar a linguagem utilizada comum entre os mesmos, ao mesmo tempo que se identificam boas práticas, experimentam-se ferramentas, definem-se indicadores e resolvem-se casos reais.

Promotores