ISPROTOTIPAGEM

O Comunidade Impacto Social utiliza como base metodológica, na etapa ISprototipagem, a análise SROI para capacitar as organizações na demonstração do impacto dos seus projetos.
Organizações

logo-apdes.jpg

Agência Piaget para o Desenvolvimento

Fundada em 2004, a APDES é uma ONGD sem fins lucrativos que promove o desenvolvimento integrado junto de populações em situação de vulnerabilidade (p.e.. utilizadores de drogas, trabalhadores do sexo, reclusos, crianças e jovens em acolhimento). O seu objetivo principal é melhorar o acesso à saúde, emprego e educação, através da capacitação de indivíduos e instituições e do reforço da coesão social. GIRUGaia (GG) é uma equipa multidisciplinar que intervém, desde 2003, em Vila Nova de Gaia, junto de pessoas que utilizam substâncias psicoativas. Assente nos princípios da redução de riscos, promove a adoção de práticas de consumo mais seguras e informadas e disponibiliza serviços promotores de cidadania, saúde e inclusão social que visam a aproximação destas pessoas à rede formal de cuidados.
logo-helpo.jpg

Associação Helpo

A Helpo intervém em Portugal, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Guiné-Bissau, através da promoção do desenvolvimento através do investimento na educação e saúde, como meio de melhorar a qualidade de vida das crianças. Desenvolve a sua actividade em 38 comunidades, maioritariamente rurais, e em 50 centros de intervenção. Futuro Maior é um programa de atribuição de bolsas de estudo a jovens estudantes do ensino secundário em Moçambique, de comunidades das províncias de Nampula e Cabo Delgado. Tem como objetivos combater o absentismo escolar por razões económicas, procedendo a: entrega de uniforme escolar; pagamento da matricula e entrega do material escolar necessário.
logo-apsi.jpg

APSI – Associação para a Promoção da Segurança Infantil

Há 25 anos que a APSI promove a segurança infantil, visando a melhoria da qualidade de vida das crianças e dos adolescentes, através de um ambiente promotor da saúde que lhes permita crescer em segurança e desenvolver-se plenamente. Atua conciliando esforços sociais, políticos e empresariais para a redução do número e da gravidade dos acidentes e das suas consequências. Ruas do Bairro, Amigas da Criança surge para estudar e melhorar a acessibilidade e segurança da criança no espaço público. A ideia base é promover a mobilidade sustentável e modos de deslocação mais saudáveis da criança no seu trajeto entre a casa e a escola, procurando que as ruas sejam espaço mais adaptados e seguros para se andar a pé, envolvendo a vizinhança e da comunidade escolar.
logo-arcil.png

Associação para a Recuperação de Cidadãos Inadaptados da Lousã

A ARCIL é uma associação sem fins lucrativos fundada em 1976, que acompanha pessoas com deficiência ou em situação de incapacidade ao longo das diferentes fases do seu projeto de vida. O Serviço de Apoio Domiciliário (SAD) da ARCIL tem como missão promover a autonomia e qualidade de vida das pessoas com deficiência ou em situação de incapacidade que, temporaria ou permanentemente, solicitam os seus serviços. Através de acompanhamento domiciliar profissional e individualizado, o projeto promove a permanência da pessoa no seu ambiente familiar, adiando o processo de institucionalização.
logo-cadin.png

CADIN - Neurodesenvolvimento e Inclusão

Criado em 2003, o CADIn tem por missão a inclusão plena na sociedade de crianças, jovens e adultos com perturbações do neurodesenvolvimento e outros problemas de saúde mental.. Proporciona serviços especializados no diagnóstico e tratamento daquelas perturbações, A Bolsa Social é um fundo constituído por doações, que comparticipa o custo do acompanhamento quando as famílias não têm condições económicas para o suportar sozinhas ou em casos de crianças e jovens institucionalizados. Através dela é possível também promover a sua inclusão social e a capacitação dos seus familiares/cuidadores, educadores e outras pessoas nos contextos naturais de vida.
logo-caritas.png

Cáritas Paroquial de Coruche

A Cáritas Paroquial de Coruche dá suporte e capacita indivíduos/famílias, tornando-os responsáveis pelo seu processo de mudança. Orienta a sua ação para o bem-estar pessoal e social da comunidade onde se insere. Em 2016 abrangeu mais de 5650 pessoas, a sua maioria em intervenção sistemática e regular. No Projeto da Sala de Estudo “Vê Se Atinas!” responde-se à necessidade de combater o insucesso e o abandono escolar de jovens a partir do 2.º ciclo do Ensino Básico, no Concelho de Coruche, numa ótica de integração social.
logo-afid.jpg

Fundação AFID Diferença

A Fundação AFID intervém na área do apoio social, desenvolvendo atividades e serviços junto de crianças, idosos e pessoas com deficiência. Atende 1500 pessoas e tem 213 colaboradores. O Lar Residencial é uma resposta social destinada ao acolhimento de pessoas adultas com deficiência. Acolhe 36 pessoas e está articulado com o Centro de Atividades Ocupacionais. Funciona 24 horas por dia, 365 dias por ano em 2 equipamentos sociais.
logo-veritas.jpg

Fundação Obra Social das Religiosas Dominicanas Irlandesas - CSF

O Centro Sagrada Família (CSF) desenvolve as atividades educativas de creche e pré-escolar e campos de Férias, prestando apoio a cerca de 200 crianças. Realiza ainda formação profissional para jovens e adultos e, mais recentemente, apoio à comunidade. Famílias com Alma presta apoio a 80 famílias vulneráveis, atuando em 4 vetores de intervenção: Alimentação, Saúde, Higiene e Conforto, e Educação/Formação e Emprego.
logo-tabor.png

Centro Jovem Tabor

Reabilitar jovens que se encontram em situação de risco social, através da medida de acolhimento institucional - esta é a missão do Centro Jovem Tabor, IPSS de Setúbal fundada em 1987. Acolhe 24 jovens ao abrigo da Lei de promoção e proteção de crianças e jovens em perigo. O CJT detém uma casa de acolhimento, a qual é financiada na totalidade pelo Acordo de Cooperação com a Segurança Social. O Tabor Outdoor visa o desenvolvimento de desportos de aventura para a comunidade, realizando-se as atividades - canoagem, BTT, trail, caminhadas e escalada - com a participação dos jovens enquanto monitores, apoiados pelos monitores do CJT. A participação dos jovens da instituição como monitores tem como objetivo principal a sua reinserção social.
logo-cepaq.jpg

Centro Padre Alves Correia

O CEPAC apoia na integração de imigrantes em situação de exclusão social. Cada imigrante passa por um diagnóstico que o poderá encaminhar para serviços locais e/ou apoios internos, tais como alimentar, vestuário, saúde, jurídico, aulas de alfabetização e língua portuguesa, oficina de costura, formação e apoio ao emprego. O Gabinete de Apoio ao Emprego (GAE) capacita imigrantes para uma resolução autónoma da sua situação de desemprego. Apoia na formação em técnicas de procura ativa de emprego, na elaboração de CV’s e de cartas de apresentação, encaminhamento e procura de ofertas de emprego e formalização de candidaturas num processo de job-matching, bem como na preparação para situações de entrevista de emprego.
A nossa metodologia

SROI – Social Return on Investment é um processo de compreender, medir e reportar o valor social gerado pela intervenção de uma organização. Compara o valor gerado (benefícios) com a despesa necessária (investimento) para obtê-lo.
isprototipagem-sroi.jpg
O cálculo do custo-benefício - o rácio SROI - é apenas o ponto de chegada de um processo que exige à organização capacidade para compreender todas as componentes da criação de valor social. Percorre 6 etapas:
isprototipagem-lista.jpg
Fique a saber mais sobre a fase ISprototipagem no regulamento da Comunidade Impacto Social.
Os resultados da fase ISprototipagem de 2013, 2015 e 2016 podem ser consultados, aqui.

CONTACTOS

info@impactosocial.pt

Please publish modules in offcanvas position.